Ano da Esperança

2017 ANO DA ESPERANÇA

                                              Quanto a mim, esperarei sempre e te louvarei mais e mais. Salmos 71:14

 

 

RENOVAÇÃO MINISTERIAL

 

COMO DEVEMOS ENTENDER AS BEM-AVENTURANÇAS?

 

INTRODUÇÃO

 

Seria difícil imaginar uma pregação mais revolucionária ou mais importante do que o Sermão do Monte, relatado em Mateus 5, Jesus já estava pregando o evangelho do Reino (Mateus 4:23) quando sentou num monte, na Galileia, e começou a falar algumas das palavras mais desafiadoras de todos os tempos.


Ele introduz esta mensagem com uma lista de qualidades espirituais conhecidas como as bem-aventuranças (Mateus 5:3-12). Nestes versículos ele diz que os abençoados no Reino de Cristo são: os humildes/pobres de espírito, os que choram, os mansos, os que têm fome e sede de justiça, os misericordiosos, os limpos de coração, os pacificadores, os perseguidos.


Você consegue perceber como tudo isso vai na contramão do discurso enraizado na nossa sociedade carente e suja pelos pecados diários e que parecem tão fugazes e “normais”? Quem quer ser manso, pobre de espírito ou pacificador? Somos viscerais.O ditado é “Olho por olho e dente por dente”. Mas se você escolheu viver a vida de Cristo, você precisa rever suas escolhas, todos os dias, sobre suas atitudes e forma de pensar. O sermão lhe chama para se parecer com Cristo e não com o mundo!

 

O SERMÃO

 

1°) Você deve entender melhor esse desafio.Ele não deve ser tratado de forma separada, ou seja, não se deve imaginar que teria algum benefício em chorar sem ser misericordioso,ser perseguido se não tiver fome e sede de justiça. Jesus lança um desafio importante: cultivar todas estas qualidades em nossas vidas;

2°) Não são qualidades naturais. Jesus não descreve pessoas que são naturalmente choronas ou mansas. Ele fala das disposições de corações aptos para o Reino Dele. São características espirituais que exigem auto negação na vida de cada discípulo;

3°) Não devem ser entendidas em termos materiais. O Reino de Cristo é espiritual, não uma nação física com fronteiras geográficas. Ele fala de pessoas humildes ou pobres de espírito, uma atitude que não tem nada a ver com sua situação financeira. Ele não fala de pessoas que negociam tratados entre países, mas de pessoas que promovem a paz entre o pecador e seu Criador. No mesmo sentido, as bênçãos mencionadas nestes versículos devem ser entendidas como descrições da abençoada comunhão com o Senhor, e não como promessas materiais. Não devemos imaginar a ocupação perpétua deste planeta, mas devemos buscar e manter comunhão com seu Dono!

 

A ESSÊNCIA

As bem-aventuranças revelam algo profundo dos ensinamentos de Jesus. A retidão que agrada a Deus se revela por uma transformação interior, mais relacionada ao caráter. Não adianta ser exteriormente limpo. Seu “coração” (mente) deve manifestar atitudes corretas.

 

- BEM AVENTURADOS OS POBRES DE ESPÍRITO – MATEUS 5:3

Essa bem-aventurança refere-se à humildade e ao orgulho. Ela é uma das colunas do Reino. Apenas as pessoas humildes são capazes de ouvir, crer e se submeter aos ensinamentos de Jesus. Não é pobreza literal, material. Embora Jesus estivesse ensinando e ensinado, o objetivo é estritamente espiritual. É uma atitude de coração. Algo como, “submetam-se a Deus. Resistam ao diabo, e ele fugirá de vocês” (Tiago 4:7). O Senhor Jesus jamais Se utilizou da ostentação. Suas atitudes nunca foram confundidas com a soberba. Ao contrário, sendo Rei dos Reis, e Senhor dos Senhores, Ele nasceu em uma manjedoura, foi criado por uma família humilde (Lucas 2.24), lavou os pés de seus discípulos (João 12.12 – 14), entre outras coisas.

 

- BEM AVENTURADOS OS QUE CHORAM – MATEUS 5:4

Mais uma vez, essa bem-aventurança não se refere à tristeza particular, causada por motivos pessoais. É uma tristeza voltada para o pecado.
Essa bem-aventurança está diretamente ligada à primeira.
Observe o conselho dado por Tiago, irmão do Senhor:

 

“Aproximem-se de Deus, e Ele se aproximará de vocês! Pecadores limpem as mãos, e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração. Entristeçam-se, lamentem e chorem. Troquem o riso por lamento e a alegria por tristeza. Humilhem-se diante do Senhor, e Ele os exaltará. (Tiago 4:8-10)

É uma instrução voltada não apenas para o arrependimento, mas para a tristeza do pecado. Um lamento.

As bem aventuranças são aquilo que Jesus Cristo espera encontrar em um cristão autêntico.
Vivemos dias em que o cristianismo é muito aparente, vazio, com um compromisso amistoso.

Continuaremos falando sobre isso nos próximos estudos e conversando sobre a visão de Cristo para a vida do povo que Ele gerou em seu coração e comprou naquela cruz ensanguentada.